quarta-feira, 4 de julho de 2012

UFC 148: o antes, durante e depois para Anderson Silva


No sábado, dia 7 de julho de 2012, finalmente a revanche mais aguardada dos últimos anos vai acontecer. Anderson Silva vai defender novamente o  cinturão dos pesos médios contra o americano Chael Sonnen. Uma luta que criou polêmica antes, está criando agora e provavelmente ainda vai render muito. Então preparei uma pequena análise das provocações antes da luta, o que Anderson deve fazer para vencer e quais seus próximos passos na carreira. Continue Lendo e confira:

Já é de conhecimento geral que a primeira luta entre Anderson Silva e Chael Sonnen, que aconteceu em agosto de 2010 no UFC 117, foi algo que nunca tinha sido visto antes, pelo menos no UFC: Anderson Silva levando uma surra. Foram cinco rounds de castigo graças ao wrestling forte de Sonnen, mas mesmo assim o brasileiro conseguiu vencer com um triângulo, finalizando Sonnen. Depois do combate, Anderson revelou ter lutado machucado, o que não serve de desculpa, como ele mesmo disse. A luta foi chocante para o mundo do MMA e imediatamente o presidente do UFC, Dana White, anunciou o interesse em uma revanche entre os dois. Porém, mais uma notícia apareceu logo depois: Chael Sonnen lutou sobre efeito de substâncias ilegais, ou seja, dopado. Com isso, Chael Sonnen foi suspenso por um ano e a revanche que todos aguardavam, foi adiada abruptamente. 

Nesse tempo em que Sonnen cumpria a sua punição por doping, Anderson Silva defendeu seu cinturão duas vezes, dessa vez sem nenhuma dificuldade como aconteceu na luta contra o americano. Ele nocauteou o compatriota Vitor Belfort no UFC 126, depois de muita falação antes da luta também, e o japonês Yushin Okami no UFC 134, no retorno do evento ao Brasil depois de muitos anos. Mas não era Vitor Belfort e nem Yushin Okami que interessavam, já que só um lutador havia levado dificuldades para Anderson Silva no UFC depois que ele se tornou campeão. Era só Chael Sonnen que interessava. 

Mesmo suspenso, Chael Sonnen não se calou e provocou Anderson Silva, os irmãos Nogueira,  o nosso país, o povo brasileiro e por aí foi. A diarreia bucal de Chael Sonnen não tem fim. A falação e as provocações fazem parte da promoção da luta, Sonnen sabe como chamar atenção para si mesmo e também como passar dos limites. Sonnen chegou até a ofender a esposa de Anderson, ele não se limita a direcionar as suas besteiras ao adversário. Se ainda fossem besteiras engraçadas, mas não são, são apenas besteiras. Talvez isso tenha graça para o público americano, mas duvido que um lutador estrangeiro manteria o emprego no UFC falando besteiras sobre os Estados Unidos. 

Depois de cumprir a sua suspensão e resolver os seus problemas com a justiça, devido a algumas patifarias que fez quando era corretor de imóveis, Chael Sonnen intensificou as provocações e venceu Brian Stann no UFC 136 por submissão e Michael Bisping pro decisão em um luta muito parelha, no UFC on Fox: Evans vs Davis. Depois de se credenciar para lutar contra Anderson novamente com essas duas vitórias, Sonnen passou a ser muito mais agressivo em suas declarações e até levou uma réplica de cinturão em uma coletiva de imprensa, afirmando ser o verdadeiro campeão. 

Durante todo esse tempo Anderson Silva manteve a calma e não respondeu as provocações de Sonnen. Até semana passada, quando o brasileiro finalmente explodiu e falou tudo o que estava entalado em sua garganta, em uma conferência por telefone. Confira: 





A declaração de Anderson foi inesperada, já que até o momento ele havia apenas ignorado. A princípio parece que Anderson deixou a raiva subir a cabeça e levou a luta pelo lado pessoal, mas eu não vejo dessa forma. Anderson é um lutador inteligente, apesar de não ser muito articulado com as provocações, e acredito que o que ele fez, foi devolver o feitiço de Sonnen. Anderson está jogando com o psicológico do adversário. 

Foi possível notar na coletiva de imprensa de antes da luta, que mesmo Chael Sonnen mantendo as provocações, ele não está mais tão confortável. Anderson ignorou as provocações de Sonnen durante a coletiva, manteve a posição de "arrebentar Chael Sonnen" e garantiu que irá cumprimentá-lo após a vitória como qualquer esportista, que os problemas serão resolvidos dentro do octógono no sábado. Assim que a coletiva terminou, Sonnen parecia muito desconfortável e isso era fácil de notar. Na encarada, Anderson empurrou Sonnen com o corpo e teve que ser contido por Dana White. Confira:





Não dá para ver como Sonnen estava estranho antes da encarada nesse vídeo, mas outro fato que sustena a minha teoria é uma entrevista que Sonnen concedeu à uma rádio semana passada. Quando questionado sobre seus problemas com a justiça, Chael Sonnen acusou o entrevistador de fazer acusações falsas e o acusou de espancar a sua esposa. Sonnen xingando por mais um tempo e abandonou a entrevista irritado. Isso prova uma coisa: Chael Sonnen tentou por dois anos entrar na cabeça de Anderson Silva, mas foi o brasileiro que conseguiu. 

Anderson aguentou Chael Sonnen falando besteira por dois anos apenas com silêncio e cara de paisagem, mas a sua declaração na última semana mexeu profundamente com o falastrão americano. O UFC até aproveitou essa situação para fazer propaganda da luta:





A questão é: a única maneira de Chael Sonnen abalar Anderson Silva, acabou se voltando contra ele. Anderson é melhor em todos os quesitos, então a chance de Sonnen era abalar o psicológico do campeão e o americano sabe disso. Ele sabe que Anderson é melhor em pé. Ele sabe que Anderson é um nocauteador. Ele sabe que Anderson é versátil. Ele sabe que Anderson tem algo a provar. E mais do que tudo, Sonnen sabe das próprias limitações. Esse foi o motivo de todas essas provocações e declarações polêmicas durante esses anos, Sonnen sabe da superioridade de Anderson e por isso tentou entrar na cabeça do brasileiro. E acabou se fodendo no processo.

Nem mesmo o doping legal irá ajudar Sonnen dessa vez. Quando foi derrotado por Anderson em 2010, Sonnen disse o seguinte:
"Nunca vi você bater 300 vezes em um cara, ele passar a perna em volta do seu pescoço e falarem que você perdeu a luta!"
Eu tenho que concordar com Sonnen. Eu nunca vi mesmo alguém bater 300 vezes no adversário e não vencer a luta. Eu nunca vi mesmo alguém bater 300 vezes no adversário e sequer fazê-lo sangrar. Chael Sonnen tem mãos de travesseiro e Anderson Silva queixo de pedra, então as chances do americano vencer esse combate são mínimas. O que veremos será o mesmo Anderson Silva versátil, ágil, preciso e potente em pé de sempre e não o Anderson apático do UFC 117.

Eu acredito que Anderson Silva vá vencer o combate. As chances do brasileiro são enormes. Mas o que ele deve fazer depois? Anderson Silva já se consagrou como um dos melhores lutadores da história e continuará assim. Seu legado é enorme, possui o maior número de defesas consecutivas de um cinturão mundial, além de um recorde de vitórias no UFC e a sua enorme capacidade como lutador. Chael Sonnen é a prova final de Anderson Silva. O brasileiro encontrou no americano seu arqui-inimigo e qualquer luta que ele faça depois de Chael Sonnen, não será tão importante como essa. Não importa costela quebrada, problemas na justiça ou doping, o fato é que o mundo viu Sonnen surrando Anderson e isso foi o mais próximo de uma derrota que ele conheceu no UFC. Mesmo tendo provado tanta coisa na carreira, essa é a prova final e a confirmação definitiva do legado do brasileiro. Essa precisa ser a última luta de Anderson Silva. A sua última vitória.

Anderson já está com 37 anos, querendo ou não, sua performance irá cair pouco a pouco a partir daqui. Temos lutadores como Dan Henderson, com chances reais de ser campeão aos 41 anos de idade, e Randy Couture, que se aposentou lutando bem até os 47 anos. Mas isso não quer dizer que ele vá seguir o exemplo, mesmo que esteja se apresentando bem. Anderson precisa aposentar-se com vitória e ele tem chances gigantescas de vencer Chael Sonnen, mas ele não pode dar chance ao azar.

A categoria dos pesos médios está passando por uma renovação e logo surgirão adversários jovens e que terão muito conteúdo sobre Anderson Silva para ser estudado, por isso defendo a possibilidade de aposentadoria do brasileiro. Rashad Evans já mostrou interesse em descer de categoria e todos sabem o lutador excelente que ele é, mas não é ele que temo ser o maior adversário futuro para Anderson. Um dos nomes mais perigosos acabou de entrar no UFC, o cubano Hector Lombard.

Hector Lombard de 34 anos tem 31 vitórias em sua carreira, sendo 17 delas por nocaute, 7 por submissão e 7 por decisão. Sua únicas derrotas na carreira foram por decisão para o excelente Gegard Mousasi e Akihiro Gono. Lombard conta também com um empate e uma luta sem resultado. É um nocauteador nato, mesmo com uma baixa estatura para um peso médio. Inclusive já lutou entre os meio-pesados. Já foi campeão de várias organizações, inclusive do Bellator, além de ser um multi-campeão de judô a nível mundial e estar invicto desde 2006, quando perdeu na decisão para Gegard Mousasi. O cubano representa um perigo imediato para Anderson Silva e talvez vencer Tim Boetsch no UFC 149 baste para credenciá-lo como desafiante ao cinturão.

O russo Alexander Shlemenko também pode representar perigo em um futuro próximo, já que com apenas 28 anos, já conta com um cartel de 45 vitórias e sete derrotas. É um nocauteador nato, com um estilo de combate muito parecido com Anderson, com movimentos rápidos e golpes giratórios. Mesmo com um cartel 45-7, ainda precisa de adversários mais fortes para poder ganhar experiência, mas os nove anos de diferença entre ele e o brasileiro podem fazer muita diferença nos próximos dois ou três anos.

Gegard Mousasi é o cara que mais oferece perigo não somente na categoria dos médios, mas dos meio-médios, dos meios pesados e dos pesados. Ele já lutou em todas essas categorias e fez bem em cada uma delas. O armênio Mousasi tem apenas 26 anos e já enfrentou e venceu muitos lutadores fortes. Com um cartel de 32-3-2, Mousasi venceu 18 lutas por nocaute, 10 por submissão e 4 pro decisão, o que prova que ele é tanto um nocauteador quanto finalizador, um sujeito completo. Mousasi já está com um pé no UFC, já que luta pelo Strikeforce na categoria dos meio-pesados. Ele é um cara que pode muito bem descer de categoria e representar perigo para Anderson Silva, não só num futuro próximo como em um distante também. Afinal, ele deve ter pelo menos mais 10 anos de carreira pela frente.

Isso sem contar os lutadores que já estão no UFC e que podem vir a ser adversários de Anderson, como Michael Bisping, Mark Munhoz e Chris Weidman. Preferi dar atenção aos lutadores mais novos e não tão conhecidos, afinal muita gente já sabe como Michael Bisping luta, por exemplo.



A questão é que acho que Anderson Silva precisa se aposentar depois de vencer essa luta. Ele não terá mais nada a provar e seu legado estará firmado. Continuar lutando, como eu já escrevi, é apenas dar chance ao azar. Mas isso é uma decisão dele, para nós só nos resta torcer para que ocorra tudo bem sábado a noite. E que Sonnen aprenda algumas boas maneiras.

E pra você que não viu a primeira luta, aproveite:



Gostou do post? Então comente e curta O Bronco no Facebook! 

13 comentários:

  1. Guilherme Favretto4 de julho de 2012 20:03

    Otimo post Bronco, está de parabéns mais uma vez. Sua opinião não difere em nada da minha (Y)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que curtiu, Guilherme. Continue acompanhando o blog e obrigado pelo comentário. Abraço.

      Excluir
  2. tbm acho que seria hora de ele se aposentar depois dessa luta, mas confesso que gostaria de ver uma luta dele com o Lombard. E ai Anderson se aposentando, será que teria outro bom nome aqui do brasil que pode dar trabalho na categoria além do Victor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho que o Belfort não vai representar muita coisa na categoria por muito tempo, a chance dele é nos próximos dois anos no máximo, principalmente depois dessa lesão dele. Eu acho que além desses nomes, alguns caras do TUF daqui podem representar algo em breve e eu pretendo fazer esse post essa semana ainda. Valeu pelo comentário Everton, continue acompanhando o blog. Abraço.

      Excluir
    2. A idade de Belfort também pesa contra ele, em relação ao TUF quem sabe o Daniel e o Mutante possam representar bem o Brasil, mas a ponto de ser campeão e idolo brasileiro só o tempo para dizer. Abraço Bronco.

      Excluir
  3. Parabéns Bronco, sempre acompanho teu blog e cada vez está se superando cara! Continue assim ;)!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Nico. Continue acompanhando o blog! Abraço.

      Excluir
  4. Bronco, novamente seus posts são muito esclarecedores. A cada UFC que se passa ou se aproxima, venho visitar o blog esperando ótimos post iguais a esse. Continue assim :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, vou procurar fazer mais posts sobre MMA então. Abraço e continue acessando.

      Excluir
  5. Como sempre, ótima postagem Bronco!

    Eu torço para que o Anderson seja o meu primeiro ídolo do MMA a se aposentar no auge da carreira (crocop e fedor deveriam ter parado antes das surras que tomaram), depois que vencer o sonnen sábado (td leva a crer que isso irá acontecer) ele não terá que provar mais nada a ninguém, pode parar e curtir a vida sendo o melhor da historia.

    ResponderExcluir
  6. Muito bom texto, como já é normal né
    eu realmente espero que o Anderson arrebente com o Sonnen.. já estou de saco cheio dele
    Vamos torcer hoje a noite!!

    ResponderExcluir
  7. Belo texto porém não concordo com a aposentadoria. Espero inclusive que ele lute mais daqui para frente, só duas lutas por ano é pouco. Eu acrescentaria na sua lista como possíveis adversários do Anderson o Mark Munoz, acho que ele pode surpreender.

    ResponderExcluir
  8. Muito bom msmo, mas creio q o AS tem uma lenha pra queimar, pelo menos mais umas 3 lutas, tah de bom tamnho.

    ResponderExcluir

- Gostou do conteúdo? Beleza, broto, vai com Jesus e volte sempre. Não gostou? Então clique aqui

- Cuidado! O bagulho aqui é bronco, mas não é bagunça. Lembre-se que a responsabilidade por SEU comentário é somente SUA.

- O Bronco está aberto a críticas construtivas.

- Os comentários são moderados porque tem um monte de zé ruela que vem só pra postar propaganda, não comenta nada sobre o post.

- Evite post com caps lock. É HORRÍVEL LER COISAS ESCRITAS ASSIM, COM CAPS LOCK.

- Procure ver o post completo antes de comentar.

- Veja também nossas outras postagens.

- Evite comentar como anônimo para facilitar na identificação de quem é quem. Isso ajuda na hora de responder comentários.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Orkut Twitter Facebook Tumblr Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Powerade Coupons | Edited by Natan Morais